Secretaria de Saúde e CEREST-PB realizam capacitação sobre a problemática dos agrotóxicos e a relação de saúde e doença

O Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest-PB), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Pirpirituba, realizaram capacitação voltada aos profissionais de saúde, nos dias 20 e 21 de agosto de 2019, no Centro Diocesano de Catequese (CEDIC), próximo à Igreja Matriz, sobre a problemática dos agrotóxicos e a relação do processo de saúde e doença.

Na terça-feira (20), a capacitação foi voltada aos agentes de saúde, de endemias e representantes da vigilância em saúde. Na quarta-feira (21), o público-alvo foi composto por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e demais profissionais da saúde, além dos servidores administrativos da Secretaria Municipal de Saúde.

Excepcionalmente nesta quarta-feira (21), os profissionais de saúde estiveram ausentes das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), devido à capacitação.

Sobre a problemática dos agrotóxicos

Atualmente, o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo. Diversos estudos comprovam os malefícios para a saúde humana e ambiental da exposição aos agrotóxicos. É essencial debater o assunto, suas consequências e impactos na saúde pública.

O uso excessivo de produtos químicos na agricultura reflete diretamente na saúde do consumidor, afetando ainda mais aos trabalhadores do campo que lidam diretamente com o manuseio dos agrotóxicos nas plantações. Diversas doenças podem ser causadas pelo agrotóxico, dentre elas: Câncer, Infertilidade, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), Espectro autista, doenças nos rins, danos ao fígado, Alzheimer, depressão, má formação do feto, hipotireoidismo, alergias e doenças cardíacas.

O objetivo da capacitação é sensibilizar os profissionais de saúde que interagem com estes trabalhadores rurais, os consumidores, bem como trabalhar a conscientização da problemática.

Confira as imagens:

COMPARTILHAR